Tenho lido coisas escritas e compartilhadas por advogados que tem me causado estranheza, sem querer entrar no mérito se Lula é culpado ou inocente, não consigo digerir advogados compartilhando textos que admitem a execução da pena antes de sentença condenatória transitado em julgado, embora, todos nós sabemos que o pobre preto da periferia já começa a cumprir sua pena antes mesmo da condenação em primeira grau, temos prisões preventivas que já duram anos, fundamentadas apenas em “PARA GARANTIA DA ORDEM PÚBLICA”.

Não estou nem aí se Lula vai ser condenado ou não, se for culpado, que seja condenado sim, mas que as regras do jogo sejam observadas, jurisprudência do STF não tem força de Emenda Constitucional, é precária e pode sim ser mudada a qualquer momento sem tantas formalidades, basta mudar o entendimento que se muda a jurisprudência, mas a Constituição não pode ser alterada, ignorada por causa do entendimento de um grupo de pessoas, e a Constituição é clara e objetiva quanto ao assunto que se discute agora no Plenário, portanto, acredito que nós advogados devemos deixar a paixão política de lado e torcemos para que a Lei Maior seja respeitada e Ela diz claramente:

LVII – ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória. Art. 5, LVII, CRFB/88.

‘Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês”. Mateus 7:2.

Washington Pêpe – Advogado